Elefante branco: o projeto que deixa La Guajira sem água e energia há mais de 15 anos


O W, põe de olho na barragem de Ranchería que não cumpre seu propósito há mais de 15 anos. O elefante branco que não permite que a água seja trazida para La Guajira. Em fevereiro de 2005, foram iniciadas as obras do Projeto Multiuso, que consiste na construção de uma barragem para abastecimento de água a nove municípios, abastecimento de dois sistemas de irrigação (Ranchería e San Juan del Cesar) e geração de energia elétrica. A barragem terminou de ser construída em 2010, mas desde então as finalidades estão pendentes. Atualmente, não há água nos municípios, não há sistemas de irrigação e muito menos energia, os custos da obra somam mais de R$ 650 bilhões, segundo a Controladoria, somados aos gastos gerados pela manutenção, o que vai acontecer? esse elefante branco?

Ver vídeo

Em diálogo com Sigue La W, Eriberto Antonio Ibarra Campo, deputado do departamento de La Guajira, assegurou que “nós, como Assembleia Departamental, realizamos debates sobre controle político e solicitamos informações aos responsáveis ​​pelos processos hídricos no departamento”.

Em La Guajira “temos um administrador temporário, que é como uma intervenção do Governo Nacional, de tudo que é o sistema de participação geral, de toda a carteira de água e saneamento. O Governador não tem competência, Bogotá tem. Este é um projeto que não atingiu seus objetivos. Solicitamos que comecem a fazer os investimentos pertinentes”, sentenciou o deputado.

“Se eles queriam usar mal os recursos hídricos de La Guajira e investir em um programa chamado Guajira Azul, que é um fracasso, por que não investir na barragem?”, questionou Ibarra, acrescentando que a situação em La Guajira “continua na mesma precariedade”. . Não é justo que continuemos a ver como os recursos são desperdiçados. Muitos municípios continuam sem água e crianças morrendo”.

Por sua vez, Héctor Fabio Cordero, vice-presidente da Agência de Desenvolvimento Rural de Integração Produtiva (ADR), respondeu que "Guajira Azul é um projeto do Ministério da Habitação que visa levar água aos municípios do departamento. Quando falamos do projeto El Cercado”, que é o elefante branco denunciado hoje, 23 de setembro por Sigue La W, “consiste em dois bairros de risco”, que levam quatro anos para serem construídos. “Estamos em construção, já tem um aqueduto. Estamos trabalhando para colocar em operação essa barragem, que já está feita e vem sendo revisada pela Controladoria”.

“Estamos atualizando esses estudos e projetos. A sectorização é que quando fizermos os distritos vão-se determinando os sectores para que as intervenções possam ser faseadas consoante a zona a intervir. Estamos operando e mantendo a barragem”, indicou o vice-presidente da ADR Integração Produtiva.

Até 2022, como disse na entrevista, “concluímos os estudos e projetos e em julho desse mesmo ano temos a segunda fase para estabelecer o roteiro e colocar o projeto em operação”.

O elefante branco que não permite que a água seja trazida para La Guajira. Desde fevereiro de 2005, iniciaram-se as obras do Projeto Multiuso , que consiste na construção de uma barragem para abastecimento de água a nove municípios, abastecimento de dois sistemas de irrigação (Ranchería e San Juan del Cesar) e geração de energia elétrica.

A barragem terminou de ser construída em 2010, mas desde então as finalidades estão pendentes. Atualmente, não há água nos municípios, não há sistemas de irrigação e muito menos energia, os custos da obra somam mais de R$ 650 bilhões, segundo a Controladoria, somados aos gastos gerados pela manutenção, o que vai acontecer? esse elefante branco?